keyboard_arrow_rightSaiba Mais

Artigos

Tarô
Tarô

Tarô é uma coleção de 78 figuras apresentadas na forma de um baralho de cartas. Ler é dividido em três seções: Os Arcanos Maiores, Os Arcanos Menores e as Cartas da Realeza.
Por muito tempo, muitas pessoas não tinham certeza do que as figuras representavam. Havia muitas teorias, e opiniões abundantes, mais em matéria de evidência tangível ou qualquer tipo de consenso, o significado do tarô, exceto para alguns poucos iniciados, permanecia evasivo. O que estava claro, no entanto, mesmo desde o começo, é que de alguma forma o tarô era uma compilação de figuras do imaginário e da simbologia universais. Ele contém símbolos encontrados em todas as civilizações - antigas e modernas - na forma de pinturas, esculturas, desenhos, ícones, lendas, mitos, religiões e, em resumo, em todas as formas física, mental, emocional e espiritual que as pessoas sempre foram capazes de formar, sonhar, imaginar, expressar ou enquadrar.

Cura Prânica
Cura Prânica

Cura Prânica É uma antiga ciência ou arte de curar que utiliza o Prana, ou Ki e / ou Energia Vital para curar o corpo físico.
Ela também implica na manipulação do Ki e da matéria Bioplasmática do corpo do paciente.
O Prana ou Ki é a Energia Vital que mantém o organismo vivo e saudável.

Basicamente há três fontes principais de prana:
- Prana Solar : Provém da luz do Sol
- Prana do Ar : Vindo do Ar também chamado Glóbulo de Vitalidade do Ar, que é absorvido pelos pulmões para manter a respiração
- Prana do Solo : Mantido pelo Solo (Mãe Terra) chamado Glóbulo de Vitalidade do Solo, que é absorvido pela sola dos Pés, para aumentar assim nossa vitalidade e capacidade de trabalhar com pensamentos mais claros.

A Cura Prânica baseia-se em duas Leis:

1 - Lei da Auto-Recuperação, onde o corpo é capaz de curar a si mesmo.
2 - Lei da Energia Vital, que para viver o corpo precisa de prana Ki ou energia de vida.

Então sendo assim o corpo recebe o fluxo de energia ki através da Cura Prânica acelerando assim o processo de cura daquela parte afetada no corpo do paciente.
O que chamamos de Cura Milagrosa nada mais é do que um aumento do ritmo da auto-recuperação do corpo afetado.
Não há nada de sobrenatural ou paranormal na Cura Prânica.

Créditos : Floryomar Lopez
Site: http://www.floryomarlopez.com.br/

Runas
Runas

As runas são um conjunto de letras simbólicas que eram usadas para escrever as línguas nórdicas, principalmente na Escandinávia e nas ilhas Britânicas. As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do ano 150 e o alfabeto é usado como oráculo até os dias atuais.

Mandala
Mandala Astrológica

A Mandala Astrológica é uma metodologia, ou tiragem, onde se trabalham as doze casas terrestres da astrologia.
As Doze casas da Astrologia em um mapa Astral indicam os 12 principais assuntos, ou departamentos na vida de uma pessoa.
Assim podemos analisar mês a mês como será o nosso ano de 2017, quais os aspectos que necessitaremos trabalhar dentro do nosso Eu Superior.
Em nossa Mandala Astrológica, você receberá por escrito cada casa, qual é o significado, qual mês que representa, e qual Arcano, que está representando este mês.
Trabalhamos tanto com os 22 Arcanos Maiores, como os 56 Arcanos Menores, Arcanos estes que trabalham e mostram o nosso interior.
A Mandala Astrológica Tradicional ela é composta de 12 casas, 12 arcanos, mas a que eu aprendi foram 13 cartas, a casa do Self, como o consulente se mostra para consulta, ou seria também pela astrologia o Meio do Céu.
Créditos : Taróloga Serena

Metafisica
Metafísica

(do grego μετα [meta] = depois de/além de e Φυσις [physis] = natureza ou físico) é um ramo da filosofia que estuda a essência do mundo. A saber, é o estudo do ser ou da realidade. Se ocupa em procurar responder perguntas tais como:
O que é real (veja realidade)? O que é natural (veja naturalismo)? O que é sobre-natural (veja milagre)? O ramo central da metafísica é a ontologia, que investiga em quais categorias as coisas estão no mundo e quais as relações dessas coisas entre si. A metafísica também tenta esclarecer as noções de como as pessoas entendem o mundo, incluindo a existência e a natureza do relacionamento entre objetos e suas propriedades, espaço, tempo, causalidade, e possibilidade.

Orixas
Orixás

Na mitologia yoruba, Olorun é o deus supremo do povo yoruba, que criou as divindades chamadas orixás (em yoruba Òrìsà; em espanhol Oricha; em inglês Orisha) para representar todos os seus domínios aqui na terra. Os orixás, que não são considerados deuses, são cultuados no Brasil, Cuba, República Dominicana, Porto Rico, Jamaica, Guiana, Trinidad e Tobago, Estados Unidos, México e Venezuela.

Meditação
Meditação

A meditação é um assunto muito atual, pessoas se reúnem com o intuito de praticá-la. Isto demonstra o reconhecimento da prática como algo útil para a vida e que ela deve ser equilibrada sendo a meditação uma forma de desenvolvimento da concentração.
Nossa sociedade valoriza muito os atos e resultados visíveis a meditação não é uma atividade abstrata, mas não é uma atividade com resultados visíveis e concretos como a civilização ocidental tanto valoriza.
Para a atividade da meditação é necessária a concentração, reflexão, compreensão. Pensamento Por assim ser a meditação é construir sem as mãos.
A meditação faz uso consciente do pensamento. O pensamento é uma energia, um poder invisível, porem real, e , através da meditação, podemos direcioná-lo para construir, alimentar e manter uma idéia, uma qualidade.

Numerologia
Numerologia

Numerologia é uma ciência que estuda os números e suas influências sobre as pessoas. Os números tem um valor metafísico de grande significado, denotando características internas dinâmicas que modelam o destino das pessoas.
Por meio das informações contidas em números extraídos do seu nome e da sua data de nascimento, você vai conhecer muito mais sobre quem você é, qualidades que precisa aproveitar e desafios que precisa vencer para tomar a direção da sua vida.
Desta forma, ao tomar consciência das suas forças e fraquezas, você poderá trabalhar aquilo que o incomoda, explorar o que traz benefícios e trilhar o seu caminho para o sucesso e a felicidade.

Fadas
Fadas

A fada é um ser mitológico, característico dos mitos célticos, anglo-saxões, germânicos e nórdicos.
O primeiro autor que mencionou as fadas foi Pompônio Mela, um geógrafo que viveu durante o século I d.c. As fadas também são conhecidas como sendo as fêmeas dos elfos. O termo incorporou-se a cultura ocidental a partir dos assim chamados "contos de fadas". Nesse tipo de história, a fada é representada de forma semelhante a versão clássica dos elfos de J.R.R. Tolkien, porém apresentando "asas de libélula" as costas e utilizando-se de uma "varinha de condão" para realizar encantamentos.
Dependendo da obra em que aparece, a fada pode ser retratada em estatura de uma mulher normal ou diminuta. No primeiro caso, temos a fada de Cinderela. Como exemplo da segunda representação podemos citar "Sininho", do clássico infantil "Peter Pan", de J. M. Barrie.

Astrologia
Astrologia

Astrologia é o estudo dos astros. Quando uma pessoa diz que o seu signo é "Aquário", por exemplo, está dizendo que tem o Sol no signo de Aquário. Isto porque quando ela nasceu, o Sol transitava por este trecho do Zodíaco. Da mesma forma acontece com quem diz que é de Peixes, Leão ou qualquer um dos doze signos. A astrologia é como se fosse uma foto tirada do céu na hora em que a pessoa nasceu, ou no horário em que queremos estudar esta foto irá apontar a posição dos astros e sua influência em cada ser. Na verdade, ninguém "é" ou "tem" algum signo específico. A verdadeira Astrologia analisa o Mapa do Céu de uma pessoa, que possui todos os signos, além dos "planetas" do sistema solar, cada um representando um plano da psique humana.
Da mesma forma que o Sol estava em um signo quando uma pessoa veio ao mundo, os outros planetas, como Vênus, também ocupavam uma posição celeste específica. É esta posição que permite ao astrólogo interpretar em que conceitos a psique de uma pessoa vai nutrir-se e em que área prática da vida cada um dos planetas (ou planos da psique) vão manifestar-se.
Mas se a Astrologia analisa todos os outros planetas, signos e casas em um Mapa do Céu, porque todas as pessoas só conhecem o seu signo solar? O primeiro motivo para tamanha importância não é difícil saber: por ficar cerca de um mês em cada um dos doze trechos do Zodíaco, o sol tem data marcada para mudar de um signo para outro, tornando o cálculo de sua posição bastante fácil. O mesmo não acontece com a Lua, por exemplo, que leva cerca de um mês para atravessar o percurso de Áries a Peixes e tem sua posição bastante variada ano após ano.

Anjos
Anjos

Anjo (do latim angelus e do grego ággelos, mensageiro), segundo a tradição judaico-cristã, é uma criatura celestial - que, na generalidade, a maioria dos crentes das religiões fundadas na revelação bíblica acredita ser superior aos homens - que serve como ajudante ou mensageiro de Deus. Na iconografia comum, os anjos geralmente têm asas brancas de pássaro e uma auréola. São donos de uma beleza delicada e de um forte brilho, por serem constituídos de energia, e por vezes são representados como uma criança, por terem inocência e virtude. Possuem influência sobre todo o plano orgânico e elemental, sendo assim eles têm como uma de suas missões, ajudar a humanidade em seu processo de evolução.
A palavra anjo deriva do latim, angelus, e do grego, ággelos (ἄγγελος), com o significado de mensageiro.
Segundo a Tradição Católica, são citados apenas três Arcanjos dos quais se saberia o nome: São Miguel (Quem como Deus), São Rafael (Deus Cura), e São Gabriel(Enviado de Deus). Os demais seriam invenção do povo, bem ou mal intencionado.
Afirma ainda que os Anjos não possuem maneiras de conhecer o futuro, possuindo sim uma inteligência muito mais desenvolvida que a nossa, podendo "prever" eventos que fisicamente poderão acontecer, visto que conhecem com precisão todas as regras fisicas, como gravidade, densidade, velocidade etc.
Dentro do Cristianismo Esotérico e da Cabala, são chamados de "anjos" os espíritos num grau de evolução imediatamente superior ao do homem e imediatamente inferior ao dos arcanjos.

Buzios
Buzios

O èrindinlógun popularmente conhecido como Jogo de Búzios no Brasil, trata-se de um oráculo sagrado e preciso; e quando manuseado por um Bàbálóòrìsà ( Pai de Santo) competente é extremamente eficaz na identificação e solução de todos os tipos deproblemas, sejam eles de ordem física ou espiritual.

Cristais
Cristais

Os cristais, desde as culturas antigas do mundo, eram usados para curar e equilibrar. Na cultura antiga da Índia, Grécia e Egito, eram usados para energizar remédios e auxiliar na medicina, trazendo a cura para muitas pessoas.
Os cristais amplificam as energias (tanto que são usados até na técnica das transmissões), além de conter na forma mais pura, as cores que são necessárias para nosso equilíbrio físico, biológico e espiritual.
Os cristais são poderosas ferramentas que trazem o equilíbrio naturalmente para as partes: físicas, psicológicas e espirituais. Eles representam o poder da natureza superior. Os cristais podem ser usados em conjunto com outras terapias, tendo uma afinidade especial com a terapia de cores.
Todos nós temos energias e todos nós podemos transmiti-las para os outros ou absorvê-las, no campo que escolhemos. Os cristais nos ajudam a isso, dimensionando-as e ampliando-as.
Para isso ser possível, teremos que limpá-los, energizá-los e programa-los periodicamente; elevar nossos pensamentos e querermos usá-los.
Os cristais podem ser usados nas práticas de meditações e visualizações. Podemos invocar a presença de um cristal através de nossos pensamentos, apenas imaginando sua cor. Eles trazem energia vibracional de alta freqüência, amplificado e focalizado nas energias naturais do corpo e da mente.

Florais
Florais

Criada na década de 30 por Edward Bach, seguidor de Samuel Hannemann, o pai da homeopatia,estudioso do século XVIII, a Terapia Floral segue alguns princípios da homeopatia, como, por exemplo, tratar doenças pelas causas e não pelo sintoma. Bach defendia a idéia de que as doenças são conseqüências de um desequilíbrio emocional e mental e as emoções fazem parte da enfermidade, portanto, não se tratam apenas com a medicina tradicional.

Os Florais de Bach

A Terapia Floral é um desdobramento da medicina vibracional que considera não apenas o corpo físico, mas também os corpos energéticos sutis associados ao corpo físico. Tem a capacidade de reorganizar emoções que possam desencadear doenças. Aqui o ser humano é visto De forma integral em seus aspectos físico, mental, emocional e espiritual todos interligados e interdependentes funcionando como um sistema onde os desajustes ou desequilíbrios de um dos aspectos atingirá os demais.
Esta forma de terapia, cada vez mais utilizada no mundo todo, é simples de entender, e sem contra indicações, pois permite ao usuário automedicar-se após as orientações de um Terapeuta permitindo uma interpretação mais profunda dos sintomas, levando em conta características do inconsciente, o que não ocorre na auto análise, que permeia apenas o consciente.
Reconhecida e recomendada pela Organização Mundial de Saúde, tem a finalidade de permitir que a personalidade possa dominar sozinha o estado passageiro de ânimo negativos, típicos da natureza humana. Ela auxilia o ser humano na descoberta e compreensão das suas emoções e padrões de comportamento, trazendo um caminho para o equilíbrio pessoal e a cura das doenças.

Umbanda
Umbanda

A Umbanda, é uma religião afro-brasileira, afro porque se culta os Orixás Africanos, que são as forças da natureza, e brasileira porque foi fundada no Brasil no final de 1908 pelo médium Zélio Fernandino de Moraes, através do Caboclo das Sete Encruzilhadas.
Na época do Brasil-Colônia, vieram para o Brasil muitos negros africanos, que foram escravizados pelos senhores de engenho. Longe de sua terra natal, e de suas culturas, viviam escravizados, acorrentados nas senzalas, onde era proibido cultuarem a sua religião o Candomblé, que cultuam os Orixás (forças das natureza), sendo o Brasil sendo colônia de Portugal, e muitos europeus vindo para a nova Terra, católicos, diziam que os negros não tinham alma, por serem de outra cor, e por terem outra religião que adoravam no ponto de vista deles na época, vários deuses. Os negros então começaram o sincretismo com seus Orixás Africanos, com os Santos Católicos. Eles observavam cada características dos Santos Católicos com as características dos Orixás. E ficou assim...